Spotify registra patente para monitorar áudio de usuários e recomendar músicas

Spotify registra patente para monitorar áudio de usuários e recomendar músicas

O futuro já chegou, e com ele algumas coisas bizarras, e a mais nova bizarrice envolve uma das maiores empresas de streaming musical do planeta: o Spotify.

Segundo o Pitchfork, o Spotify conseguiu o registro de patente de uma nova tecnologia que permite gravar e identificar o áudio ou sons ambientes de seus usuários para melhorar a curadoria e a recomendação de música para eles.

Sendo mais específico, a tecnologia permite captar o as entonações dos usuários, o que torna possível saber se ele está com raiva, feliz, triste, dentre outros tipos de sentimentos.

Mas não é só o estado emocional, o sistema também é capaz de identificar o gênero, a idade e até mesmo se a pessoa está sozinha ou acompanhada, tudo isso baseado apenas em pequenos trechos de gravações realizados periodicamente ao longo do dia com a autorização dos usuários.

O pedido de registro foi feito em 2018 e aprovado apenas há algumas semanas, no dia 12 de Janeiro deste ano.

Vale lembrar que embora a empresa tenha conseguido o registro da patente, isso não significa que a criação deva ser aplicada à plataforma. Sobre isso, um dos porta-vozes do Spotify já se manifestou e disse o seguinte:

O Spotify possui centenas de pedidos de patentes , e nós estamos constantemente fazendo novos pedidos. Algumas dessas patentes são implementadas em nossos futuros produtos, enquanto outras não. Nosso objetivo é criar a melhor experiência de áudio que existe, mas nós não temos nenhuma novidade para compartilhar neste momento.

Confira abaixo os documentos que comprovam a patente registrada.

O que vocês acham de tudo isso? Contem pra gente nas nossas redes sociais, é só buscar por @indiepopbr no Instagram e no Twitter.